“Setenta anos de história” homenageia historiadores charqueadenses

A Câmara de Vereadores de Charqueadas vai homenagear nesta terça-feira (02), dois historiadores do município. Saldino Antônio Pires e Pedro Arnaldo Araújo “Nadico”, vão ser laureados no Grande Expediente da Sessão Legislativa. As vereadoras Patrícia Ferreira (PTB) e Paula Ynajá (PT), são as proponentes da atividade. 

Pedro Arnaldo Araújo, mais conhecido como Nadico é filho de Garibaldi Paula Araújo e Eracy Francisca dos Santos Araújo, nascido em 12 de agosto de 1944 em Charqueadas. Nadico foi presidente do Clube Tiradentes, trabalhou por 23 anos na Copelmi e atualmente dedica-se as causas sociais e ao resgate da história de Charqueadas. Está engajado na edição de um livro sobre o município e é proprietário de um riquíssimo acervo fotográfico. Criou o Instituto “Engenheiro Vinicius Peres Araújo”, em 2006, onde foram formados diversos profissionais nas áreas de costura, beleza, artesanato, informática e música. 

Saldino Antônio Pires é filho de Thietro Antônio Pires e Regina de Paula Pires. Nasceu em 31 de janeiro de 1944 em Charqueadas e é casado com a professora Closane e pai de Daiany e Maria Fernanda. É jornalista profissional, foi membro da Comissão de Emancipação e Conselho Fiscal. Publicou os livros: “Charqueadas: sua origem, sua história e sua gente”, “Conhecendo minha cidade” e colocou a história do município na Enciclopédia dos Municípios. É fundador do Museu de Artes e Histórias de Charqueadas – MAHC, foi patrono da primeira feira do livro do município em 1998 e é o autor da escultura “O Guardião”, monumento que fica a frente do Memorial do Mineiro no Parque Ademar de Faria – Parcão.