General Câmara | Proprietário de Joalheria desabafa após assalto

O desabafo de um empresário da Região, traduz o grau de insegurança que vive os gaúchos. “Estamos a mercê dos bandidos”. Esta foi a frase de Leandro Lopes, depois de estar sob a mira de revólveres.

Leandro Lopes, ao lado de seu pai, Ivo Lopes, são proprietários da Ótica, Joalheria e Relojoaria Excelente, no centro de General Câmara, que na manhã da última segunda-feira (5) foi alvo de um assalto. Segundo relatos de Ivo Lopes, um homem entrou na loja por volta das 09h20min., fingiu estar interessado em alianças, e anunciou o assalto. “Em seguida, entrou um comparsa dele, e que também armado, imobilizou a mim e a meu filho. Eles amarraram nossas mãos, e depois de fazerem uma limpa, principalmente em relógios, e algumas peças em plaquê e platina, pediram para abrir o cofre. Lá tinham apenas moedas. Depois nos levaram até os fundos da loja, nos colocaram para o lado de fora e trancaram a porta por dentro para poderem sair sem serem notados”, disse o empresário.

 

O filho de Ivo disse que gostaria de aproveitar a ocasião para fazer um desabafo. Aos microfones da Rádio Gazeta declarou: “tivemos há pouco tempo uma onda de assaltos na cidade. Após aqueles episódios, nos reunimos com lideranças locais e fomos, inclusive, à secretaria de Segurança Pública do Estado. Clamamos por mais efetivo, mas, de efetivo, nada. Seguimos numa carência enorme de policiais, onde na Brigada há uma viatura e um policial. O nosso clamor é para que as Forças Armadas assumam o seu papel. Nós temos o Exército em nossa cidade, que se vale daquilo que produzimos e oferecemos, e não temos contrapartida. Eu defendo que a cidade poderia ser considerada a mais segura do País, sem sombra de dúvidas, caso o Exército estivesse presente nas ruas. Gente, General Câmara é uma cidade de militares, aqui temos o Arsenal de Guerra, e o que não temos é policiamento na cidade. Vejam o contra-senso. Hoje vivemos em estado de abandono e é por isso que os homens de bem, como eu e meu pai, somos vítimas de assaltantes”, declarou.