Eleições 2018 | Justiça Eleitoral realiza auditoria das urnas eletrônicas

Com o objetivo de proporcionar aos cidadãos maior transparência do processo eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina que, em todo o Brasil, as urnas eleitorais possam ser auditadas quando forem preparadas. Com isso, pretende-se confirmar a confiabilidade da votação por meio do voto eletrônico, consolidada ao longo de 22 anos.

Todos os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) devem promover a auditoria, por amostragem, das urnas eletrônicas utilizadas pelas Zonas Eleitorais de sua circunscrição. No momento em que ocorrer o carregamento das urnas com os softwares e os demais dados necessários para o pleno funcionamento das eleições, é escolhida, aleatoriamente, uma urna de cada Zona, para ser auditada. Na 50ª Zona Eleitoral, que abrange os municípios de Arroio dos Ratos, Barão do Triunfo, Charqueadas, General Câmara e São Jerônimo, a auditoria ocorre as 14h30 desta sexta-feira (28), na Sede do Cartório Eleitoral, localizado na Rua Ramiro Barcelos 403/02 em São Jerônimo.

Esse trabalho será coordenado pela Juíza Eleitoral, Paula Fernandes Benedet e pelo chefe do Cartório, Luciano França de Britto. A auditoria é pública, e pode ser acompanhado pelos representantes do Ministério Público, dos partidos políticos, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ou por qualquer pessoa interessada.